O lado intérprete do poeta Bruno Caliman
25/05/2015

Um dos maiores compositores sertanejos da atualidade – em minha opinião, o mais genial dos últimos anos –, Bruno Caliman, acaba de divulgar três vídeos inéditos mostrando o seu lado de intérprete, em um novo projeto intitulado “Caliman”.

São três autorias do Caliman, intituladas “Do lado de um barco”, “Oi” e “Depois”. Três incríveis canções que falam de amor – o que não é surpresa pra ninguém. Quem produziu ambas as canções foi o Jam Penitenti, e os vídeos foram feitos pelo Jovander, com edições de Vagner Costa e do próprio Bruno Caliman.

O que me chamou muito a atenção nos vídeos, foi estúdio todo decorado com frases e poemas assinados pelo poeta em questão. Incrível, assistam!!!!

Quem quiser conhecer um pouco mais sobre o trabalho do compositor Bruno Caliman, basta acessar esse texto AQUI, publicado aqui no blog no ano passado. Sempre gosto de destacar esse trecho do texto em que escrevi, onde o cantor explica o processo de criação das canções. É genial.

“Eu não tenho uma receita, uma regra ou um processo criativo. Muita gente me faz essa pergunta e Deus é a única resposta honesta que eu consigo dar. Seria poético eu te dizer que fico com um violão na mão, olhando o pôr do Sol, sentado num jardim ou na beira do mar contemplando a natureza.  Mas a realidade é que, a música que hoje paga minha conta de luz, foi escrita no boleto de uma conta de luz vencida. Então é simples assim, eu fico no sofá de madrugada com o violão tentando fazer uma música e, de vez em quando, vou no quarto dos meus filhos e os vejo dormindo, seguros e com saúde. Essa é minha poesia, essa é minha inspiração, que não é diferente da de um professor, um dentista ou um mecânico. É só a inspiração comum de um pai tentando criar os filhos. Só isso.” 

Ah, e tem também a entrevista fantástica que ele deu ao brother Marcão, do Blognejo, que está disponível AQUI.