TOP 5 – Melhores discos de 2015
29/12/2015

Entre tantos álbuns bacanas lançados em 2015, resolvi montar uma lista com os que mais me agradaram. Levei em consideração não apenas o melhor repertório, mas o projeto como um todo.

No fim do post, na aba de comentários, vocês estão com total liberdade para concordar ou discordar da lista a seguir.

TOP5BED #5 – Bruninho & Davi – “Depois das 3”

Dúvida cruel para definir o quinto colocado desta lista. Eu tinha Marcos & Belutti com o acústico “Tão Feliz”; Chitão & Xororó com o “Tom do Sertão”, em homenagem ao Tom Jobim; Henrique & Diego com o DVD da música mais tocada no primeiro semestre de 2015; e Bruninho & Davi com o CD “Depois das 3”, numa vibe totalmente diferente de tudo lançado este ano, e ainda provando que são uma das duplas mais irreverentes do sertanejo; A escolha foi feita. Com dificuldade, diante de tantos projetos bacanas, mas foi feita.

Bruninho & Davi se sobressaíram ao apostar em gravar o que ninguém esperava. Estamos falando de um disco 90% romântico da dupla que criou o sucesso “Se namorar fosse bom” (que tal?!).

Em cada canção deste novo projeto, um tema específico. Com um arranjo inovador. E por fim temos o disco mais ousado que Dudu Borges já produziu. É o tipo de CD que, ou o sujeito gosta muito, ou ele sai por aí com aquele péssimo comentário de quem ainda vive anos 90: “isso não é sertanejo”.

A dupla aparece em “Depois das 3” mostrando ao público um verdadeiro lado de Bruninho & Davi, que,  até então, ainda é pouco explorado. Eu, particularmente, estou no aguardo de um DVD com essa mesma vibe!

top5ar  #4 – Almir Sater e Renato Teixeira – “AR”

Este é o primeiro disco do Almir e Renato como “dupla”. O projeto viaja entre a música caipira, com muitas vertentes do folk, e até um pouco de rock. Muito disso se deve, não só aos cantores que já trazem consigo essas influências, mas também ao produtor musical do disco “AR”, Eric Silver, que é cantor e produtor lá da gringa. As 10 canções do CD são inéditas, e todas assinadas por Almir e Renato. É o tipo de projeto que a gente aguarda uma continuidade, com um volume 2, ou um DVD.  Quem sabe, né?!

top5joaobosco  #3 – João Bosco & Vinícius – “Estrada de Chão”

Cá está um disco de regravações de “modões” que se difere de tantos outros projetos que seguem a mesma linha. No álbum “Estrada de Chão”, João Bosco & Vinícius, além de contarem com as participações especiais de seus ídolos – e grandes nomes da música sertaneja, também se preocuparam em manter o repertório com canções “não tão clichês”. E isso aconteceu de uma forma natural. Os próprios cantores falaram diversas vezes que as faixas presentes em “Estrada de Chão” são as canções que eles cantavam na época de buteco, há cerca de 20 anos, em Campo Grande. E assim, de fato, conseguiram dar nova vida a antigos sucessos. Vale destacar que poucos conseguiram realizar esta atividade. Principalmente porque a maioria dos artistas, em projetos como este, regravam canções mais “tradicionais”, como no próprio DVD “Cabaré”, do Leonardo e Eduardo Costa.

Dois detalhes importantes, com relação às participações especiais de “Estrada de Chão”, foram os incríveis Christian & Ralf, que, apesar do convite ter sido feito por JB&V, ficaram de fora do projeto; E a participação de Milionário & José Rico. O Zum infelizmente faleceu antes de gravar voz na canção “Porto Abandonado”. Os arranjos da moda chegaram a ficar prontos, e a gente torce pra que um dia João Bosco & Vinícius gravem em homenagem ao eterno Zé Rico.

O projeto “Estrada de Chão” demorou um bom tempo pra sair. Foram três anos em estúdio, com a assinatura de três produtores musicais diferentes: Dudu Borges, César Augusto e Ed Junior. Mas valeu a pena esperar. O resultado é incrível. CD impecável.

top5MM_PROMO_CAPA-1024x1024  #2 – Maiara & Maraísa – “Ao Vivo Em Goiânia”

Elas jamais poderiam ficar de fora dessa lista. Além de ser a grande surpresa do ano, Maiara & Maraísa encabeçam a turma de mulheres que dia após dia ganham seu merecido destaque no preconceituoso mercado sertanejo. O repertório do CD e DVD “Ao Vivo em Goiânia” é completo ao ponto de escutarmos do início ao fim sem pular faixa alguma. Sem mendigar elogios, é disparado o melhor repertório do ano.

As participações de Cristiano Araújo, Jorge & Mateus, Bruno & Marrone e Marília Mendonça abrilhantaram ainda mais o projeto. Inclusive foi uma das últimas aparições do eterno Cristiano, na belíssima “Se olha no espelho” (Paula Mattos/ Marco Aurélio/ Adriana).

O único ponto “negativo” do álbum, tanto em relação ao áudio quanto ao vídeo, foi um pequeno detalhe na participação de Jorge & Mateus. A faixa “Fala a verdade” (João Gustavo/ Hugo Sales) foi gravada em estúdio, perdendo um pouco do clima do restante do disco ao vivo. Mas isso acaba passando até despercebido diante de tantos pontos positivos, e de uma vaneira de altíssima qualidade.

 O disco ainda traz uma das melhores músicas do ano, que é a “10%” (Gabriel Agra/ Danillo Dávilla), e a fantástica “Medo Bobo” (Juliano Tchula/ Maraísa/ Vinícius Poeta/ Jr Pepato/ Benício Neto) com a Maraísa, segundeira da dupla, fazendo a primeira voz.

Eduardo Pepato, responsável pela produção musical, acerta pelo segundo ano consecutivo o melhor repertório do ano – em 2014 foi com Henrique & Juliano ao vivo em Brasília. A direção geral do DVD é de Ivan Moura (Pentagram Filmes).

TOP5LS  #1 – Luan Santana – “Acústico”

O disco mais genial de 2015. Com a confirmação do gigantesco amadurecimento do “gurizinho”, que, musicalmente falando, vem acontecendo há mais de 3 anos. Com destaque para as grandes canções inéditas do disco, que levam a autoria do próprio cantor, como “Chuva de Arroz” (Luan Santana/ Dudu Borges), “Café com Leite” (Marco Carvalho/ Luan Santana/ Dudu Borges/ Escandurras) e “Escreve aí” (Bruno Caliman/ Luan Santana/ Dudu Borges/ Douglas Cézar). Sem falar na interpretação e presença de palco cada vez mais incrível do Luan, maior artista solo do país (e não é de hoje!).

Nos arranjos das canções, a orquestra. Sob os cuidados de Dudu Borges, que acertou em cheio com o Luan em “O nosso tempo é hoje”, e repete o sucesso novamente no DVD “Acústico”. Nas imagens do DVD, desde o cenário, até a roupa de cada pessoa que estava encima daquele palco, tudo absolutamente voltado à temática do projeto. Temática que caminha em conjunto com o áudio e o vídeo. E por falar no tema, este é primeiro DVD sertanejo feito inspirado no movimento pop art dos anos 60. Os créditos vão para Joana Mazuchelli, diretora geral do projeto. Indiscutivelmente o melhor CD e DVD de 2015.

E é isso aí. Feliz ano novo, com muita festa e muita música de qualidade. Até breve.